Fake news

Introduzindo os estudos sobre as relações internacionais, no 9º ano, os alunos entraram em contato com o tema “Mídia e Política Internacional”. Como os assuntos abordados são muito atuais e circulam, diariamente, pelos meios de comunicação, consideramos fundamental que os alunos recebam de forma crítica as informações, sabendo reconhecer e avaliar os aspectos da pós-verdade e das fake news no consumo de informação transmitida pela mídia e pelas redes sociais. Após pesquisas e debates, os alunos produziram textos expondo suas conclusões.  Entre esses excelentes trabalhos, foi sorteado um para compartilhar com vocês. Multiplicação de Falsas Verdades Nos dias atuais, a divulgação de notícias falsas é cada vez maior, uma vez que seus criadores buscam atrair o público a partir de fatos verdadeiros que são distorcidos. As fakes news representam uma armadilha, pois, através de seus títulos atraentes, conseguem gerar uma renda significativa e, até mesmo, manipular os leitores que confiam no que leem.    Acreditando nessas fakes news, compartilham-nas com outros leitores e, assim, o público torna-se maior. A Revolução Técnico-Científica Informacional, a partir da metade do século XX, possibilitou um maior acesso das pessoas aos meios tecnológicos, facilitando a divulgação instantânea denotícias falsas. As fake news, além de influenciarem leitores e gerarem muita repercussão, conseguem imprimir uma falsa ideia de realidade. Como exemplo, podemos citar a possível influência que esse tipo de notícia teve nas últimas eleições dos Estados Unidos e a forte repercussão sobre o tema. Esses conteúdos criados com o objetivo de manipular a opinião pública podem se tornar uma armadilha para os leitores. Para que isso seja evitado, é necessário verificar a fonte das notícias, ir além do título, e contestar o conteúdo veiculado. 
Checar o autor da notícia também é importante para saber se ela é confiável ou não. Da mesma forma, deve-se verificar a procedência do site, pois, geralmente, aqueles responsáveis por divulgar fake news, possuem endereços similares aos de sites confiáveis, enganando muitas pessoas. A meu ver, as notícias falsas atraem um grande público, pois os indivíduos tendem a acreditar naquilo que reflete seus pensamentos. As redes sociais também ajudam na propagação desse tipo de notícias, pois, muitas vezes, os usuários as compartilham sem checar a veracidade do conteúdo das mensagens. Mariana Gonçalves Peruchi e Sofia Spadaro Profeta
 

 

 

 

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Rua Marechal Deodoro, 1653

CEP 14025-386 - Ribeirão Preto - SP 

16 3623.0731

  • Facebook Pequeno Príncipe
  • Instagram Pequeno Príncipe